Lei Seca

Um espaço para discutir as grandes questões. Editor-chefe: Luiz Augusto

Nome:

Advogado, vive em São Paulo

segunda-feira, julho 16, 2007

Os padres priápicos

Quem já viajou no interior de São Paulo provavelmente parou num posto de beira de estrada e encontrou à venda um daqueles bonecos de padre com batina. Puxa-se a corda e uma ereção enorme se forma sob o paninho. Sabedoria popular, como os ditados e provérbios.
Manchete do Estado de hoje anuncia: "Igreja paga US$ 660 milhões para vítimas de pedofilia". É a conta por anos e anos de abusos cometidos por padres e freiras em terras americanas.
Janer Cristaldo, em seu blog, disse: "Quando os religiosos aprenderão que quem vive plenamente sua sexualidade não precisa abusar do próximo?"
O escritor lusitano Alexandre Herculano, no século XIX, disse em sua obra "Eurico, o Presbítero":

"Eu, por minha parte, fraco argumentador, só tenho pensado no celibato à luz do senti­mento e sob a influência da impressão singular que desde verdes anos fez em mim a idéia da irremediável solidão da alma a que a igreja condenou os seus ministros, espécie de amputação espiritual, em que para o sacerdote morre a esperança de completar a sua existência na terra".

Triste é que alguns deles são os que mais pregam posturas anti-naturais e humanas em matéria de sexualidade, aborto, uso de camisinha e prevenção de doenças venéreas.
Ontem falava-se justamente de hipocrisia no Manhattan Connection, programa da GNT (canal 41 no cabo ou gato). Era sobre o senador americano, notório defensor da abstinência sexual para jovens como forma de prevenir doenças e gravidez, que era ardoroso freqüentador de prostitutas. Outro fariseu, hipócrita, sepulcro caiado, etc., de que fala a Bíblia.
E assim la nave va...
Em tempo, e em adição ao post anterior, manchete do Estado, caderno Metrópole: "Estudo liga gravidez indesejada a crimes violentos em cidade de SP", em outra confirmação das teses do livro Freaknomics, de Steven Levitt, que analisou o impacto da gravidez adolescente e da proibição do aborto e aumento da criminalidade.

3 Comments:

Blogger Guilherme said...

Complementando: durante os meses em que eu estagiei numa vara criminal em SP, chamava a atenção a quantidade de acusados que, na qualificação, ostentavam apenas o nome da mãe...

16/7/07 18:38  
Blogger Rubia said...

Luiz,
Realmente vc nasceu para BRILHAR!!!
Como escreve bem......cada dia admiro-o mais e mais!!!!
Imagino que seus familiares e amigos tenham muito orgulho de vc.
Até eu me sinto privilegiada, sabia??? rs...rs.
Abraços,
Rubia

16/7/07 23:26  
Blogger Luiz Augusto said...

Guilherme. Segundo a psicologia de botequim filhos de pai ausente e mãe dominadora tendem ao homossexualismo. Acho que, em variante, os de pai ausente e mãe pouco dominadora tendem à criminalidade, num lombrosionismo tardio e bem capenga. Há de se medir a caixa craniana deste pessoal...

16/7/07 23:45  

Postar um comentário

<< Home